domingo, setembro 30, 2007

Poesia para os meus olhos...

sexta-feira, setembro 28, 2007


Fernando Tordo em Ponte de Lima


Fernando Tordo estará em Ponte de Lima no próximo domingo, dia 30 de Setembro, para interpretar alguns dos seus mais conhecidos e belos temas.

O espectáculo decorrerá no teatro Diogo Bernardes, pelas 15h00.


Aproveitando a presença do artista em Ponte de Lima, a Associação "Unhas do Diabo" promove no sábado, dia 29 de Setembro" um espectáculo intitulado "Lendas, Tradições... e outras expressões", com Fernando Tordo a apresentar o seu último livro, intitulado "Se não souberes copia".

A receita obtida neste evento reverterá para a Carolina, em recuperação após o acidente que a vitimou já lá vai um ano.

Domingo arranca a Divisão de Honra da A. F. de Viana do castelo, com "Os Limianos" a receberem a equipa do "Artur Rego", partida com início marcado para as 15h00 no Campo do Cruzeiro. Já a A. D. Correlhã desloca-se a Darque para defrontar a equipa local.
(foto Diario do Minho)

Consumada a transferências das Finanças para novas instalações

O Secretário de Estado dos Assuntos Fiscais presidiu no dia 24 de Setembro à inauguração das novas instalações das Finanças de Ponte de Lima, no edifício do Parque junto ao Hospital, tendo o Bispo de Viana presidido à cerimónia de bênção.

Trata-se da concretização de um anseio do Município, que se empenhou fortemente nesta transferência, ocupando agora os serviços de Finanças um edifício municipal, no piso térreo do parque de estacionamento situado junto ao Hospital.

Parece indiscutível que os serviços de finanças terão melhores condições nas novas instalações, designadamente ao nível da acessibilidade para portadores de deficiência e idosos que, agora, não têm que se confrontar com as íngremes escadarias das anteriores instalações.

Nunca ouvimos tal razão para a transferência, apesar de ser aquela que mais peso deveria ter na decisão.

Questionamos a metodologia, que pareceu assentar na viabilização de um empreendimento municipal, sem cuidar do abandono a ficará votada a zona de onde sairam os serviços. Por outro lado, a transferência de serviços públicos, do centro histórico ou suas imediações, para locais mais periféricos, tem sido uma das razões apontadas para a crescente desertificação e pouca atractividade daquela zona.

O Município não pode ser mais um agente económico no mercado, fazendo concorrência desleal e com grande diferença de meios, aos agentes instalados.

Esta forma de planeamento também não favorece o desenvolvimento equilibrado e sustentado da urbe. Cria multi- centralidades numa vila pequena e com poucos habitantes, dispersando os consumidores. Cria guetos e desertifica zonas que deveriam ser mais cuidadas e merecer uma atenção redobrada (estamos a falar da zona escolar).

Uma explicação da parte do município, relativamente a este processo, não seria mal vinda...

Nota: Este assunto foi já abordado por Nuno Matos no jornal "Alto Minho". Concordo em absoluto com a sua opinião. Estes curtos parágrafos mais não fazem do que corroborar e sublinhar a importância, pertinência e simbolismo desta questão.



quarta-feira, setembro 26, 2007





Paraíso à porta de casa

Não é exagero algum, nem qualquer excesso de bairrismo. As Lagoas constituem uma escola ambiental, um espaço natural de excepção e um refúgio extraordinário para um descanso merecido.
Um passeio pelos seus bem demarcados trilhos leva-nos a um espaço de paz, de contacto com a natureza no seu mais puro estado, permite um exercício descontraído, longe do bulício urbano do quotidiano. A pé ou de bicicleta, passear nas Lagoas é um prazer imperdível e acessível a todos os limianos. Os forasteiros, esses, já o descobriram...
As estruturas de apoio são de alta qualidade: o Centro de Interpretação Ambiental está bem integrado na paisagem e permite um conhecimento prévio daquilo que o visitante poderá encontrar da Paisagem Protegida. Na Quinta de Penteeiros, um bom complemento às Lagoas: em primeiro lugar a Quinta Pedagógica. Cada vez mais afastados das lides rurais, a Quinta, de uma forma simples mas eficaz, permite uma abordagem à vida rural, tanto da cultura vegetal como animal; o parque de campismo integra no espaço rural e natural aqueles que desejem alguns dias de tranquilidade e uma proximidade às Lagoas. As três casas (Cabração, S. Pedro e Cuco-junto à recta de Bertiandos) têm como público alvo famílias à procura de espaços distintos e tranquilos; o albergue procura satisfazer as necessidades de grupos e, por fim, os belos bungalows dão um toque distinto à oferta de alojamento das Lagoas. Tudo isto complementado com a piscina e o restaurante.
É imperdível um passeio às Lagoas, bem à porta de Ponte de Lima, servidas por excelentes acessos rodoviários e pelas ecovias.
É caso para dizer que "todos os caminhos vão dar às Lagoas".

terça-feira, setembro 25, 2007


EDL celebra 20 anos

Fundada em 1987, ano de centenário dos Bombeiros Limianos, a Escola Desportiva Limiana cumpriu, em 2007, 20 anos de existência, assinalados com a realização de diversas provas desportivas no Pavilhão Municipal, e um convívio com dirigentes, atletas e pais.
As actividades decorreram no dia 22 de Setembro.
Pela sua actividade, contributo para a promoção do desporto, pela formação de jovens atletas, pela introdução de novas modalidades, pelos êxitos desportivos que trouxe já para o concelho, esta efeméride deve ser sublinhada e saudada.

Um pouco de história...
"A escritura pública de constituição da associação ocorreu a dois de Janeiro de 1987, no Cartório Notarial de Ponte de Lima. Foram sócios fundadores Jorge Silva, Abílio Lourenço, Filomena Palma, João Carlos Gonçalves, Manuel Martins Veloso, José António Silva, José Carlos Fernandes, Rui Martins, Domingos Bezerra, Celeste Matos, José Manuel Vieira, Pedro Bezerra, Fernando Vilas Boas, Manuel Lopes Martins, Vítor Araújo e Eva Barbosa. A primeira reunião formal de sócios, para eleger os primeiros órgãos sociais, realizou-se no dia 23 de Janeiro de 1987, onde foi também aprovado o primeiro Regulamento Geral Interno".

Foto: Equipa campeã nacional de cadetes femininos (2006/2007)

segunda-feira, setembro 24, 2007






Uma luz ao fundo do túnel...

É desta forma que se podem caracterizar as palavaras do Secretário de Estado da Protecção Civil, Ascenso Simões, durante a Sessão Solene do 120º Aniversário dos Bombeiros de Ponte de Lima, ao anunciar que logo que seja aprovado, por Bruxelas, o regulamento de uma linha de apoio à construção de infraestruturas para bombeiros, o ambicionado quartel da instituição limiana poderá ser realidade.
Este foi o momento alto das comemorações, onde ficou bem patente o enraízamento dos bombeiros com a sociedade limiana e a sua indelével presença na histórica local.
O reconhecimento foi dado a duas figuras dos bombeiros: Rogério Guerra e João Nascimento, os dois últimos comandantes. Foi também recebido das mãos do Secretário de Estado a Medalha de Mérito de Protecção e Socorro.

domingo, setembro 23, 2007

Melhores momentos do aniversário dos Bombeiros Voluntários de
Ponte de Lima


Cerimónia de abertura das comemorações, com o lançamento do Anuário 2007 e abertura da exposição de fotografia.
Desfile de fanfarras que integrou o programa das Feiras Novas, imediatamente antes do Cortejo Etnográfico.

Presença especial na Procissão, com a fanfarra e o Corpo Activo a conduzir o anddor de N. Sra. das Dores, padroeira da instituição.

O desporto foi também presença importante no programa do aniversário, uma colaboração com alguns clubes locais. Em futebol, defrontaram-se "Os Limianos" e Atlético Valdevez, com vitória dos locais por 1-0; Em Basquetebol realizou-se um torneio de Street Basket na Expolima, com o apoio da EDL. O Hóquei em Patins trouxe até Ponte de Lima os espanhóis do Ordenes da Coruña, que foram derrotados por 3-1 por "os Limianos". Finalmente, o Rio Lima foi palco de uma prova de Canoagem, organizada pelo Clube Náutico.

Descerramento de uma placa naquela que foi a primeira sede dos Bombeiros limianos, simulacro de incêndio com meios do século XIX e desfile de viaturas antigas de bombeiros.

sexta-feira, setembro 21, 2007


Programa para o fim-de-semana

Muito que fazer e ver em Ponte de Lima durante o fim-de-semana que hoje se inicia...

Sexta-feira - Tuna da Universidade Fernando Pessoa e grupo de fados de Coimbra "Alma Mater", no Teatro Diogo Bernardes às 21h30, espectáculo integrado no 120º Aniversário dos Bombeiros Voluntários de Ponte de Lima.

Sábado - Durante a manhã provas de canoagem no Rio Lima, organizadas pelo Clube Náutico de Ponte de Lima, integradas no 120º aniversário dos Bombeiros locais. Início marcado para as 10h00.

Ainda no programa de actividades do aniversário dos bombeiros, a partir das 14h00, desfile e exposição de viaturas antigas no Largo de Camões, que será também palco de um interessante simulacro com meios do século XIX.

20º aniversário da Escola Desportiva Limiana, com actividades desportivas no Pavilhão Municipal, a partir das 15hoo

Domingo - Encerramento das festividades dos bombeiros, com a sessão solene, que contará com a presença do Secretário de Estado da Protecção Civil. O início está marcado para as 11h00. Antes haverá missa na Igreja Matriz (10h00) e benção de uma nova viatura.

quinta-feira, setembro 20, 2007

Américo Carneiro na Capela das Pereiras

Está patente ao público desde o dia 7 de Setembro, na Capela das Pereiras, a mais recente exposição do artista Américo Carneiro. Intitula-se "Titulares de Ponte de Lima" e representa um passeio à tradicional nobreza da Ribeira Lima.

Feriado Municipal

Hoje é feriado em Ponte de Lima. Pode-se mesmo dizer que é cada vez mais feriado, tendo em conta que a vila está com pouco movimento...
São cada vez mais os comerciantes que fecham neste dia, uma alteração de hábitos relativamente ao passado, quando o feriado de 20 era "trocado" pela terça-feira seguinte às Feiras Novas!

terça-feira, setembro 18, 2007









Bombeiros de Ponte de Lima Comemoram 120 anos


Um vasto programa foi delineado para comemorar os 120 anos dos Bombeiros Voluntários de Ponte de Lima. Os festejos iniciaram-se na passada sexta-feira, com a abertura ao público de uma exposição de fotografia, evocativa da efeméride. Nesse mesmo dia foi apresentado o Anuário da instituição, onde em cerca de 150 páginas são passados em revista os largos anos de vida daAHBVPL.
No sábado de Feiras Novas, a preceder o cortejo etnográfico, teve lugar um desfile de fanfarras, onde participaram, além da representante da casa, as fanfarras de Arcos de Valdevez, Monção e Santo Tirso.
Na segunda feira, o andor de Nossa Senhora das Dores, padroeira dos bombeiros limianos, voltou a ser transportado pelos elementos da corporação, retomando uma velha tradição.

Para a presente semana, está em curso o programa desportivo e cultural, que constará dos seguintes eventos:

4ª feira, 19 de Setembro, 18h00 no Campo do Cruzeiro
Futebol
"Os Limianos"-Atlético Valdevez (2ª Divisão B)

5ª feira, 20 de Setembro, 10h00 na Expolima
Basquetebol
Torneio de Street Basket

5ª feira, 20 de Setembro, 20h30, no Pavilhão Municipal
Hóquei em Patins
"Os Limianos" - Ordenes da Coruña

6ª feira, 21 de Setembro, 21h30, no Teatro Diogo Bernardes
Sarau Cultural
Tuna da Universidade Fernando Pessoa
Grupo de Fados de Coimbra "Alma Mater"

Sábado, 22 de Setembro, 10h00, no Rio Lima
Torneios Abertos de Canoagem

segunda-feira, setembro 17, 2007

sexta-feira, setembro 14, 2007





Feiras Novas e o seu programa informal

João Carlos Gonçalves

Não podia ser de outra forma: ninguém consegue envolver-se com e nas Feiras Novas, como os limianos. Mas não se pense que esse envolvimento não se aprende e não pode também ser assumido pelos forasteiros. Quem vem às festas de Ponte de Lima não pode vencer o bairrismo, a alegria, a espontaneidade, a imersão no espírito festeiro dos nativos nas suas festas maiores. Mas não podendo vencê-lo, pode a ele juntar-se e integrar a imensa e contagiante estúrdia que, por ser tão genuína e espontânea, é inigualável. É assim que se constroem as noites mais longas de Ponte de Lima e do Alto Minho, é assim que as Feiras Novas, as festas do concelho de Ponte de Lima, se tornam únicas e irrepetíveis a cada ano que passa. Porque anunciam o fim do Verão e o regresso a mais um ano de trabalho, constituindo a última oportunidade de participar num ambiente de descontracção e folia como só o Alto Minho pode disponibilizar.
Ponte de Lima não personifica apenas o Alto Minho das tradições. Em dias de Feiras Novas, esta terra representa também a representação moderna de tradições ancestrais, do convívio e da partilha, da festa com todos e para todos.
Esta parte da festa não tem programa. É uma festa informal e espontânea que cresce à medida que a noite vai decorrendo. Nasceu com características próprias e em lugares específicos e apenas com essas características e nesses lugares poderá sobreviver e manter-se como um dos principais atractivos das Feiras Novas.
Recuando trinta anos, recordo as noites das Feiras Novas. Menos participadas e com a animação mais localizada: incontornáveis eram as tascas da “Lia”, no Largo de Além da Ponte, o “João de Coura” e o “Gasparinho Malheiro”, estes bem no centro da vila. Aqui a festa durava até à manhã seguinte ao som das concertinas, tocadas por aqueles que chegavam na sexta-feira ou no sábado de manhã e apenas deixavam a vila na segunda-feira. Incontornável era também a Alameda de S. João onde as tascas “ambulantes” dos Caxadinhas e companhia chegavam e sobravam para colocar todo o espaço em alvoroço, com concertinas em acção até ao nascer do sol.
O resto da vila “fechava” após o fogo e, nas suas ruas, apenas circulavam grupos que se deslocavam entre os locais de animação citados. O Largo de Camões, semi-deserto, era palco mórbido de confrontos, porque para os jovens locais, esse era também um número informal das festas.
Com o decorrer dos anos tudo mudou, para melhor, felizmente. Os bares entretanto surgidos na zona histórica começaram a constituir-se também como espaços de romaria obrigatória, sobretudo por parte das gerações mais jovens que, desta forma, encontraram um espaço à sua medida e dentro dos seus gostos e motivações. Rapidamente a música mais moderna passou do interior dos bares para a rua e, estas passaram a encher-se de jovens que, num cenário único e belo, dançavam abrigados pelas estrelas e iluminados pela lua. As Feiras Novas tinham encontrado e disponibilizado um novo atractivo, este especialmente dedicado ao sector mais jovem da sociedade. O certo é que o programa informal das festas foi ampliado com um número imperdível, que cada ano trás mais e mais gente a Ponte de Lima, que é conhecido e comentado nos quatro cantos do país e que faz com que, no terceiro fim-de-semana de Setembro, o grande “meeting-point” juvenil não seja uma praia ou discoteca da moda, mas sim as a zona histórica de Ponte de Lima durante as Feiras Novas.
O programa informal das festas de Ponte de Lima foi enriquecido. Mantiveram-se as concertinas pela noite dentro, na Alameda de S. João mas também um pouco por todo o espaço festivo, enquanto que a “parte alta” da zona histórica foi ocupada por ritmos mais modernos e jovens.
A festa, hoje em dia, é feita de gente e com gente de todas as idades. As que vivem as Feiras Novas na sua plenitude, acompanhando cada momento do programa formal e deixando-se embalar pelos momentos mais informais; aquelas que procuram os atractivos formais, anunciados no programa e, por fim, os que fazem a sua própria festa, mergulhando na fantástica informalidade de uma noite interminável, divertida e informal. São estas as tradicionais Feiras Novas, velhas na idade, mas que se reinventam a cada ano que passa, pela acção da sua figura mais central e insubstituível: o povo.

Publicado no jornal "Alto Minho" de 2007.Set.14

quinta-feira, setembro 13, 2007

quarta-feira, setembro 12, 2007

Em tempos de Feiras Novas, nunca é demais lembrar o grande compêndio da festa, da autoria de Amândio Sousa Vieira. Imperdível. Está lá tudo!

terça-feira, setembro 11, 2007


FEIRAS NOVAS
14,15,16 e 17 de Setembro de 2007
Programa
14 DE SETEMBRO (SEXTA-FEIRA)
[19.00 h] Bandinha da Alegria - Animação de Rua
[21.00 h] Grupo de Fados "Tuna da Universidade de Coimbra"- Jardim do Paço do Marquês
[22.00 h]"Euro Canção" - Praça de Camões
[23.00 h] Tunas - Praça de Camões
[00.30 h] Fogo

15 DE SETEMBRO (SÁBADO)
[01.00 h] Actuação das Bandas de Moreira do Lima e de Banda Musical de Souto - Praça de Camões.
[08.30 h] Concurso Pecuário - Expolima
[08.30 h] Zés Pereiras e Gaiteiros
[09.00 h] Bandas de Música - Praça de Camões: Grupo de Cultura Musical de Ponte de Lima e Banda Musical de Melres
[12.00 h] Concentração dos Zés Pereiras - Praça de Camões
[15.00 h] Corrida de Garranos - Expolima
[15.15 h] Desfile Fanfarras - 120° aniversário da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Ponte de Lima
[16.00 h] Cortejo Etnográfico
[22.30 h] Rusgas, Concertinas e Folclore
[01.00 h] Fogo

16 DE SETEMBRO (DOMINGO)
[08.30 h] Zés Pereiras e Gaiteiros
[09.00 h] Banda de Gaitas de Frouma, Grupo de Danças e Gaitas Queixumes dos Pinos de Orense
[09.00 h] Banda Nova de Fermentelos e Tarouquela
[12.00 h] Concentração de Zés Pereiras - Praça de Camões
[15.00 h] Desfile Taurófilo
[16.30 h] Tourada - Expolima
[20.30 h] Grandioso desfile de Folclore. Fanfarra dos Escuteiros de Vitorino de Piães. Grupos Folclóricos. Banda de Gaitas de S. Tiago de Cardielos
[21.00 h] Festival Folclore no Campo do Amado e Paço do Marquês. Ponte de Lima, Berço de Folclore.
[00.30 h] Espectacular Sessão de Fogo de Artificio

17 DE SETEMBRO (SEGUNDA-FEIRA)
[09.00 h] Bandas de Música: Banda de Música de S. Martinho da Gandra e
Banda da Casa do Povo de Moreira do Lima
[10.30 h] Missa Solene - Igreja Matriz
[16.30 h] Imponente Procissão em Honra de Na Sr.a das Dores
[21.00 h] Grupo Música Popular "Santa Cruz"- Praça de Camões
[22.30 h] Grupo Musical Roconorte - Praça de Camões

segunda-feira, setembro 10, 2007


Mais um grande resultado da canoagem limiana

Depois do título e medalha de prata de Fernando Pimenta, no Europeu em K1, Nuno Barros conseguiu um excelente quarto lugar nos Mundial de Maratonas em C2, resultado que vem na senda de outras excelentes marcas conquistadas por este atleta sénior do Clube Náutico de Ponte de Lima.

Ermelinda Mendes publica o seu primeiro livro

Foi apresentado no dia 25 de Agosto, na Junta da Freguesia de Ponte de Lima, o primeiro livro de Ermelinda Mendes, intitulado "Quadras e Poemas Soltos". A edição, que teve o apoio da Junta limiana e da firma Contact Med, foi apresentada pelo artista limiano Américo Carneiro, também autor da pintura que ilustra a capa, e contou também do fotógrafo Amândio Vieira.
Em vésperas das Feiras Novas, não resistimos a uma pequena citação:

Feiras Novas tão velhinhas
Como estas não há iguais
São as festas mais antigas
E as mais tradicionais

Os três dias são de Festa
Sempre com muita alegria
Dança-se, canta-se e bebe-se
É sempre assim, noite e dia

Se veio às Feiras Novas
Delas se há-de lembrar
Ansioso que o ano acabe
Para nos próximos cá voltar

sexta-feira, setembro 07, 2007


Poesia para os meus olhos...

quinta-feira, setembro 06, 2007

Centro Educativos para o próximo ano-lectivo

Iniciou-se o ano lectivo 2007/2008. No âmbito da reestruturação da rede escolar concelhia, o presente ano-lectivo marcará a entrada em funcionamento pleno do Centro Educativo da Feitosa (esteve a meio gás desde o início do 2º período com apenas duas turmas) e a entrada em funcionamento do centro Educativo da Correlhã.
Por outro lado, iniciaram-se já as obras do futuro Centro Educativo de Refoios.
O rítmo da reestruturação da rede escolar no concelho de Ponte de Lima entrou em velocidade de cruzeiro, com a abertura de um centro por ano-lectivo, com o consequente encerramento de escolas.
Esperam-se agora mais meios para as escolas que permanecem abertas (materiais e financeiros) e a implementação da acção social escolar no primeiro ciclo. Neste particular, Ponte de Lima é ainda uma ilha!

segunda-feira, setembro 03, 2007




Fernando Pimenta campeão da Europa

No primeiro dia de finais do Campeonato da Europa de Pista, que está a decorrer em Belgrado, Sérvia, Portugal conquistou um total de 3 medalhas, uma de Ouro, uma de Prata e uma de Bronze.
O limiano Fernando Pimenta, atleta do Clube Náutico de Ponte de Lima, sagrou-se Campeão da Europa em K1 Junior 1000 metros, motivo de grande orgulho para todos nós.
Para tornar ainda mais fantástica esta sua participação no europeu, no segundo dia, domingo, 2 de Setembro, Fernando Pimenta classificou-se em segundo lugar e conquistou a medalha de prata na final de K1 Junior, 500 metros. Duas medalhas uma das quais de ouro é um resultado fantástico para o jovem limiano.
Mais uma grande promessa a surgir numa verdadeira fábrica de talentos para a canoagem que é o Clube Náutico de Ponte de Lima. Parabéns ao Fernando, à sua família, ao Clube Náutico e ao seu grande treinador, Hélio Lucas.

Resultados da Final de 1000m K1 Júnior
Resultados da Final de 500m K1 Júnior